segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

A Alma Por Trás de... Sílvio Nascimento


A Alma Por Trás de... Sílvio Nascimento


Sílvio, correu para os braços da avó aos soluços. Envergonhado, tentou esconder as lágrimas da sua querida avó.
- O que tens meu neto? O que se passa? Quem te fez mal?
- Avó… Disseram que… Disseram que teatro… teatro não…
- O teatro o quê? Diz-me meu amor…
- Disseram-me para esquecer o teatro, avó. Disseram-me que isso nem sequer pode ser profissão…
- Quem disse isso, meu amor?
- Os meninos do colégio…
- E o que tu pensas disso, meu amor?
- Avó, teatro é vida. É a minha vida.
- E aos sete anos de idade, meu neto, tens a certeza que essa é a vida que tu queres?
- Sim, avó. Eu sei. É o que eu quero… É o que eu sonho… É o que eu vejo para mim!
Teresa, limpou as lágrimas do neto e pediu-lhe que a olhasse nos olhos, bem dentro da alma.
- Meu amor, o importante é que acredites em ti, sempre. Não permitas nunca que alguém te faça duvidar daquilo que queres ser. Não permitas que os obstáculos te façam duvidar… Se o teatro é a tua vida, e assim o escolheste para ti, assim será, meu amor. Sê sempre fiel a ti mesmo. Lembra-te sempre que a realidade mostra onde estás e a tua mentalidade leva-te onde quiseres chegares. Se a tua vida é teatro, meu anjo. Assim será…
Sílvio, olhou para o espelho do camarim e voltou à realidade. Por vezes, voltava ao passado e visitava o menino que o ajudou a tornar-se homem. O menino que chorou nos braços da avó, quando alguém disse que o seu sonho era impossível… O menino que nunca esqueceu as palavras da avó e acreditou sempre em si mesmo, mesmo quando o resto do mundo teimava em dizer o contrário.
O seu percurso não foi fácil. Saiu da terra onde cresceu com a avó, para Luanda, a chamada cidade grande. Seguiu o conselho dos que o amavam e do grande Teta Lando. O mestre Teta Lando, reconheceu em si a vontade, a dedicação e o talento e aconselhou-o a avançar para o palco do mundo. O mundo inteiro tinha o direito de ver a sua arte.
A vontade de aprender, a vontade de crescer, a vontade de fazer melhor, foi muitas vezes vista como a vontade de aparecer… O desejo de grandeza… A humildade e capacidade de trabalho foram várias vezes confundidas com ganância e egocentrismo. Sílvio, superou as críticas e nunca deixou de ouvir a voz da sua avó: “Se a tua vida é o teatro, assim será!”
Do pequeno palco de teatro no Lubango, o pequeno Sílvio saltou para os ecrãs do mundo. Teatro, novelas, programas de televisão, cinemas… Sílvio, fez de tudo com um sorriso nos lábios e com a força de um gigante. Nada o abalou… Os maus momentos foram transformados em bons momentos, porque foram de aprendizagem. Os bons momentos, foram sempre dedicados ao pilar que o fez mover.
Bateram de leve na porta do camarim. Sílvio, acenou sorridente e respondeu que iria já de seguida. Levantou-se e olhou uma vez mais para o espelho. Estava na hora de mudar o mundo. O pequeno menino de Lubango, estava pronto para mandar a sua grande mensagem ao mundo: “Sê fiel a ti mesmo e não desistas dos teus sonhos independentemente do que os outros dizem. Quando sabes o que queres, acredita em ti mesmo e age em função do que te faz mover, não existem limites.”
O pequeno menino de Lubango, olhou para o teto e pediu, uma vez mais, a bênção à avó que o continuava a proteger, mesmo já não estando no mundo dos vivos. Gravou as suas cenas do filme e voltou para o camarim triunfante. Viu refletida a sua imagem no espelho e sorriu de volta ao menino de 7 anos, agarrado às saias da sua avó.
- Não tenhas medo, Sílvio. Nada é impossível. Acredita em ti e visualiza o teu futuro: “Sílvio Nascimento dos palcos do pequeno colégio das madres, da pequena cidade do Lubango, para os enormes ecrãs gigantes espalhados pelo mundo.”



Texto: Adelaide Miranda, Fevereiro 2018

O ator /apresentador de televisão, está disponível para contacto:
Agente: Clé Entertainment
              +351 932 781 124
              +351 963 725 944 
              +244 921 141 900
               +447 565 679 603
instagram: @silvionascimento0
facebook: https://www.facebook.com/silvionascimento
web: www.silvionascimento.com