quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

A Alma Por Trás De... Joana Caçador


A alma por trás de… Joana Caçador 




Joana, sentou-se à beira-mar para ver nascer o sol. Inspirou e absorveu a força do mar. A beleza da natureza atraí-a. Sentia-se bem assim, entregue ao mundo... O mundo tinha tanto para ser explorado, tanto para ensinar... Joana, tinha sede de aprender. Aprender a entender o mundo, as leis que o faziam mover... 
Nasceu curiosa. Joana, era daquelas crianças que nascem com os olhos abertos à procura da mãe e do pai. À procura de quem a trouxe ao mundo. À procura de respostas... Quando aprendeu a falar ganhou uma língua de perguntador. Tudo à sua volta tinha de fazer sentido, tudo tinha de ter razão de ser. Pedir-lhe para não mexer não era suficiente. Era necessário explicar porquê.  
A curiosidade levou-a a ser uma amante de artes, uma amante da vida, uma amante das emoções humanas, do entretenimento... Cresceu deslumbrada pela capacidade que o ser humano tem de absorver conhecimento, cultura, artes... Cresceu deslumbrada com a versatilidade do ser humano. Tornou-se saltimbanco da vida. Tornou-se na mulher dos mil ofícios. Manequim, atriz, jornalista, designer visual, técnica especialista em exercício físico...  
Embora se desdobre em várias profissões, Joana, nunca fez nada pela metade. Na realidade, a sua verdadeira profissão é ser estudante. Todos os projetos a que se dedica envolvem conhecimento, formação, dedicação... Ter noções básicas não a satisfazem, Joana tem de aprender, tem de entender o mecanismo por trás de tudo que a deslumbra. 
Joana, inspirou uma vez mais e levantou-se. Amanhã, o sol iria nascer novamente, mas hoje o tempo não para. Tinha de se preparar para mais um dia. Mais uma entrega completa ao que a fazia vibrar: a vida. De todos os chapéus que vestia, hoje era o dia de Jornalista. Era um privilégio poder escolher o que fazer, quem ser... Uma arte que nasceu com ela.  
Joana, abriu os braços e correu pelo areal. Deixou a alegria que a caracterizava fluir. Parou ofegante, já perto do carro. Ajeitou o cabelo e compôs-se. Sorriu, e entrou no carro pronta para mais um dia. Mais um dia em que iria aprender algo mais. Mais um dia em que o jornalismo iria desvendar mais um segredo. Mais um dia em que Joana estava pronta para ser o que nasceu para ser: a eterna estudante! 




Texto: Adelaide Miranda, janeiro 2018


A jornalista/atriz/manequim, Joana Caçador, está disponível para contacto:

instagram: @joana_cacador
facebook: https://www.facebook.com/joanamcacador


2 comentários:

  1. A melhor das alunas, com um interesse sempre presente, focada no fazer bem, de uma simpatia sem igual, não me admira nada todo o sucesso e uma carreira em ascensão. Estamos a contar contigo Joana...continua o bom trabalho algo que não é difícil para ti...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Sr Pedro, a Joana ficou muito emocionada com as suas palavras. Ela mencionou que o Pedro tem uma alma linda. Gostaria de ter o prazer de o entrevistar. Dá-me essa honra?
      Atentamente
      Adelaide Miranda

      Eliminar